Coisas

Continuo com sono. E até não tenho dormido pouco. O que será que se passa comigo?

Mas a vida continua (se não continuasse, acho que não estaria neste momento a escrever isto, não é?) O meu projecto mega-ultra-plus (for easier fun) ainda não deu resultados, mas acredito que é uma questão de tempo – tempo esse que tanto pode ser semanas como anos. We’ll see.

O artigo mais lido no meu Wiki é o da prevenção / remoção de spyware. Se tu (sim, tu aí) ainda não o leste, vá, do que é que estás à espera? 🙂 Vais ficar espantado/a com o que há no teu PC sem tu saberes… e talvez resolvas uma boa parte dos crashes e lentidão. Depois agradece-me. 🙂

Na semana passada fiquei mesmo passado (hmm, frase estranha) por saber que o projecto aqui no trabalho, que me tinham dito ser com MySQL, ser na verdade com Oracle. Se sempre tivesse sido assim, tudo bem, mas não se faz uma coisa destas: dá-se esperança (finalmente, fazer algo do qual me posso orgulhar), e depois tira-se.

Mas já me acalmei. Até vai dar para aprender uma ou duas coisas. E há outras coisas por onde atacar…

Entretanto, arranjei um emulador de ZX Spectrum para a N-Gage (bom, para qualquer series 60 da Nokia). Funciona. É lindo! Já tenho aquilo cheio de clássicos: Manic Miner, Chuckie Egg, Death Chase, Lords of Midnight, Robocop, Rana Rama, Renegade, Archon, Bruce Lee e muitos, muitos mais. Cada vez mais estou “protegido”, anytime, anywhere, contra um dos maiores pesadelos da minha vida: secas!

E continua a não chover. 🙁

3 Comentários a “Coisas”

  1. velvetsatine diz:

    És tão geek! LOL

    PC geek, games geek. 😀

  2. Anonymous diz:

    O teu artigo de pouco ou nada serve, a sugestão MAIS IMPORTANTE que é a de não utilizar contas com previlégios de administração nem sequer lá está presente, e esse é efectivamente o grande e principal problema.

  3. Infelizmente, muita coisa no Windows só corre com privilégios de administração. Anyway, eu, no meu PC caseiro de jogos, nunca apanhei qualquer spyware ou vírus. E sei que 99% disso é por não usar IE (o 1% que resta é por não instalar software de fontes duvidosas, e ter um outro PC com OpenBSD na frente).

    Deixa-me adivinhar: vens do Gildot? 🙂