Auto-experiências, ou Como dormir menos e melhor

“Do caos vem a mudança, e da mudança o crescimento”. Não sei quem é que disse isto originalmente – lembro-me disto numa BD da Marvel, em versão brasileira, na minha adolescência.

Nesta situação particular, um post que acabei de ler (e que já tem quase um ano), “How to become an early riser“, inspirou-me a fazer umas mudanças na minha vida, a partir de agora.

Resumindo o post em questão: segundo o autor, é possível melhorar a qualidade do sono, de forma a precisarmos de dormir menos, acordarmos cedo sem problemas, e andarmos mais bem dispostos durante todo o dia. O método que ele sugere é o seguinte (como disse, estou a resumi-lo):

  1. Acordar sempre cedo, e à mesma hora. Todos os dias, incluindo fins de semana. Claro que, depois de uma saída à noite em que se chegue a casa às 6 da manhã, não se vai acordar às 7, mas, nesses casos, no dia seguinte volta-se ao normal.
  2. Ir dormir (antes disso, pode-se já estar deitado antes, a ler ou a ver um filme) só quando já não conseguimos manter os olhos abertos. Nada de ir para a cama “tentar dormir”, só porque achamos que “são horas” – quando se apaga a luz, é porque já estamos com dificuldade em estar acordados. Por exemplo, ler até já estarmos a repetir a mesma linha várias vezes, com os olhos a querer fechar-se; aí, poisa-se o livro e apaga-se a luz.
  3. O café (mesmo somente um por dia, de manhã) desregula o sono, causa dependência (“preciso de um café, senão não consigo fazer nada de jeito…”), e faz com que não descansemos durante a noite, apesar de estarmos mais horas na cama. Assim sendo, deve-se cortar o hábito. Não quer dizer que nunca mais se beba café, mas deixa-se de ter o hábito de beber uma meia de leite de manhã, ou uma bica a seguir ao almoço. Sim, para quem tem o hábito (como eu), acabar com ele provavelmente vai implicar uns dias com tremendas dores de cabeça…
  4. Segundo o tipo, isto não é imediato, claro – nos primeiros dias, andaremos com o sono desregulado, mal dispostos, etc.. Mas, à medida que habituamos o corpo a isto, passamos a dormir menos horas, mas a descansar mais, e a andar bem acordados durante o dia.

Como não tenho nada a perder, vou experimentar. Acho piada a este tipo de auto-experiências. 🙂

8 Comentários a “Auto-experiências, ou Como dormir menos e melhor”

  1. No fundo trata-se de criar uma rotina/disciplina. Pode ser q resulte se a seguires e se se adequar ao teu estilo de vida.

  2. Claudio diz:

    Riscos provocados pela falta de sono a curto prazo: cansaço e sonolência durante o dia, irritabilidade, alterações repentinas de humor, perda da memória de fatos recentes, comprometimento da criatividade, redução da capacidade de planejar e executar, lentidão do raciocínio, desatenção e dificuldade de concentração.

    Riscos provocados pela falta de sono a longo prazo: falta de vigor físico, envelhecimento precoce, diminuição do tônus muscular, comprometimento do sistema imunológico, tendência a desenvolver obesidade, diabetes, doenças cardiovasculares e gastro-intestinais e perda crônica da memória.

    Tirei isso de uma pesquisa na internet.
    Gostaria de saber se a sua experiancia foi bem sucedida ? Nao perdeu memoria e concentração ?

  3. sim, a falta de sono pode até aumentar a pressão arterial e piorar a obesidade.

    é recomendável rever os horários das refeições, para não comer logo antes de dormir.

    evitar tomar café à tarde.

    ser tiver mais de 60 anos, ir dormir mais tarde para evitar ficar rolando na cama, esperando o sono.

    é bom tb evitar dormir após o almoço ou vendo TV, qualquer cochilada pode prejudicar o sono da noite.

    Dr. Marcilio
    cardiologista
    http://www.seuamigodopeito.com

  4. Fiz uma experiência de cortar fatias de 15 minutos com despertador, ou seja: programava o despertador para tocar 15 minutosantes da hora habitual, depois que aquele horário se tornou habitual reduzí mais 15 min… assim por vários anos me habituei a levantar às três, sem problema. Atualmente como já estou mais velho, me levanto regularmente às 5:00 e tenho boa disposição o dia todo.

  5. Camila diz:

    Eu nao posso mais controlar meu sono..
    sinto sono o dia todo..e nao consigo rrealizar minhas tarefas escolares..
    minhas amigas ficam adimiradas comigo..
    algumas maes delas querem ate me llevar ao medico,..mas nao eh nada grave…
    so que ro saber oq eu tenho que fazer,comer ou tomar pra que haja uma diminuição..desse sono…(Camila,17 anos)

  6. cesar diz:

    Interessante1
    eu acho que o sono tbem vicia, se vc da mole ele te domina o dia todo, o bom mesmo é regrar isso. assim como todos os prazeres carnais…

  7. Mauricio diz:

    Pois acho que sono não seja um vicio !
    e sim falta de vontade da pessoa , eu durmo muito vamo por umas 12 hrs por dia perco metade do dia dormindo.
    mais quando eu tenho uma tarefa tipo “trabalhar” eu posso dormi 5 hrs da manhã , se tiver que acorda às 7 hrs eu acordo sem problema nenhum!.
    isso vai da pessoa , tenta fazer uma atividade mais agitada , uma que você tem interesse de fazer e gosta de fazer…
    isso vai mudar muito ajuda muito , pois eu vou fazer algo pra mim porque não aguento mais dormir tanto e fica com sono pelo resto do dia !.
    to perdendo minha vida na cama “Rss…

  8. Márcio diz:

    Bom texto, a rotina faz com que o corpo consiga se adaptar.