Novo PC

Este é o primeiro post escrito no meu novo PC, com Linux. Andei às voltas com o Kubuntu, mas acabei por voltar ao SUSE; pode não estar tão na moda nem ter um sistema de updates tão bom (se bem que no 10.1 parece estar a ficar mais “Ubuntuizado”), mas tem uma coisa que acho essencial: “sane defaults”. Com o passar dos anos, passei a ter uma forma muito própria de usar um Linux, e os defaults do SUSE estão muito mais próximos dessa forma. Além de que os tipos de letra de default do Kubuntu… yuck.

Anyway, o novo brinquedo é óptimo, até agora. Bonito (todo preto), silencioso, e muito, muito rápido. É quase um desperdício não o usar para jogos :), mas tenho de me portar bem… afinal, comprei-o para PC de trabalho, e é para isso que o vou usar. O teclado é óptimo, muito agradável, mas… têm sempre de estragar e fazer estranhas brincadeiras com as posições do Home, End, Page Up e Page Down. Bem, talvez me habitue… é que, de resto, é mesmo muito mais agradável ao toque (e muito mais silencioso, também) do que o do PC de Windows.

Falta é uma coisa: o monitor. Não vou aqui dizer o nome da loja, porque de resto até têm dado um serviço óptimo, e penso continuar a comprar coisas lá, mas… comprei 2 monitores TFT de 19″ (um para o PC velho e um para o novo), e ambos vieram com pixels permanentemente verdes! 🙁 Já os mandei para lá, mas ainda estou à espera das substituições. Por isso, tenho de andar a dividir o meu velho CRT de 17″ entre os dois PCs, o que é uma chatice…

E é estranho um post destes estar aqui e não no Tlog, não é? 🙂 Mas talvez escreva lá uma versão mais técnica disto. Sim, pensavam que este post era “técnico”? Young fools, only now, at the end, do you understand… 😈

Os comentários estão fechados