Dúvida existencial nº 1

Porque é que, quando tratamos alguém exactamente como essa pessoa nos trata ou tratou, e ela nos acusa de crueldade, de sermos uma pessoa horrível por isso, a pessoa em questão nunca percebe a implicação óbvia?

2 Comentários a “Dúvida existencial nº 1”

  1. tao diz:

    Tu por vezes és capaz das maiores cretinices (sem te dares conta), porque achas que estás a fazê-lo para o *bem* da outra pessoa. Nunca te ocorre que o que tu consideras como sendo o *bem*, poderá não o ser para os outros.

    Fica aqui uma fábula que não sei se conheces… é muito antiga e já não a conto há anos.

    Era uma vez 2 burros (leia-se gado asinino) que transportavam mercadorias entre a aldeia e o mercado da grande cidade. Um dos burros transportava grandes sacos de lona, os quais continham sal e o outro enormes fardos de algodão cru.

    Todos os dias percorriam vários quilómetros com a pesada carga, atravessando um rio a vau, onde o burro dos sacos de sal se agachava sempre durante uns minutos.

    Certo dia, o burro do algodão perguntou ao outro porque o fazia.

    – Quando eu me agacho no rio, os sacos de sal molham-se. Parte do sal dissolve-se na corrente e a carga fica mais leve. – explicou o burro do sal.

    – Ah é? Então da próxima também vou fazer isso!! – disse o burro do algodão.

    – Tem cuidado. – respondeu o do sal – Olha que isto funciona comigo, mas não sei se é gual para todos…

    – Qual quê! Se funciona para ti, para mim também há-de funcionar!!

    Na viagem seguinte, chegados ao rio, ambos excepcionalmente carregados, o burro do sal fez como de costume e só saiu quando o dono o obrigou a levantar-se. Saiu do outro lado bastante mais leve e ficou à espera do burro do algodão, que resolveu fazer o mesmo.

    O algodão, naturalmente hidrófilo, absorveu toda a água que pôde e a carga do burro ficou ainda mais pesada do que estava antes. Com o peso extra, o burro perdeu o equilíbrio e foi arrastado pela corrente, tendo morrido afogado.

    Moral da história… tu sabes.

    Porta-te bem e podes sempre falar comigo no MSN ~;)

  2. BOLINHA diz:

    Quando você convive com alguém “difícil”, se você cede p/ melhorar a convivência acaba sendo o mau no final.

    Sobre sua dúvida, como diz o dito popular: “pimenta nos olhos do outro é refresco”

    []’s