Fallout 3 para a Xbox 360 a 29 euros na Fnac do Colombo!

Fallout 3 (caixa) De vez em quando, há surpresas agradáveis. Sem ter intenção de comprar fosse o que fosse na Fnac (fui lá só levantar o portátil… pois é, já o tenho! Mas vou ter de passar horas a reconfigurar tudo de raiz…), passei naturalmente pela micro-secção de jogos de Xbox 360 (que até dá pena, ao compará-la com a de PS3… os portugueses são mesmo incultos, compram algo só pelo nome… 🙁 ), e qual não é o meu espanto quando vejo o Fallout 3, um jogo bem recente (fim de 2008) e com notas altíssimas na crítica, por… 29 euros!

Havia outros jogos lá em promoção, com a tal etiqueta vermelha, mas eram todos jogos bastante mais antigos (ex. PES 2008) ou jogos de que nunca ouvi falar. Mas este… bem, é o Oblivion num futuro pós-apocalíptico com um delicioso humor negro. É o número 3 de uma série popularíssima, cujos fãs esperaram 10 anos desde o número dois. É, por tudo o que tenho lido (tenho o jogo aqui, mas estou no trabalho até à noite) uma obra de arte.Fallout 3

Daí o mistério. Será que alguém se enganou? (Na Worten estava ao preço normal de uns 68 euros) Ou será que um jogo destes realmente não vende em Portugal, porque não é um clone do Counter-Strike, nem envolve carros ou futebol? Se assim for, é deprimente…

Anyway, já o tenho. Não o vou começar a sério logo à noite (quero acabar o GTA 4 e o Ace Combat 6 primeiro), mas claro que quero ver como é que ele se mexe. 🙂

Etiquetas: , , ,

4 Comentários a “Fallout 3 para a Xbox 360 a 29 euros na Fnac do Colombo!”

  1. Khorazyn diz:

    Joguei ao Fallout I – Ganhei e adorei o jogo

    Joguei ao Fallout II – Ganhei e adorei o jogo ainda mais. (joguei em very hard, lembro-me que não se podia fazer save)

    Estou a jogar ao Fallout III – Ainda não ganhei, mas estou no bom caminho. Excelente jogo, só não gosto é dos limites de níveis. Tem que se parar no nível 20. Uma pessoa que gosta de explorar, mas que está sempre na mesma, não tem muita piada. Deveria ser permitido ao personagem continuar a evoluir.

    Já agora, também tenho o Killzone 2, Ninja Gaiden 2, Dead Space, Farcry 2, MSG 4 e Bad Company.

  2. Ka diz:

    Ando a ver se arranjo “financiamento” para comprar o Fallout 3 mas para PC. Tive o Fallout 2, cheio de bugs, e nunca consegui acabá-lo, mas era completamente viciada!
    Quando vi que ia sair o Fallout 3 fiquei logo entusiasmada. Será que ainda se consegue arranjar o 2?

    • Provavelmente arranjas o 1 e o 2 originais, e bem baratos, se bem que podem ser difíceis de achar. É, no entanto, bem provável que tenham incompatibilidades com os XPs e Vistas, mas provavelmente já há patches para resolver isso nos fan sites.

      Quanto ao 3, ontem só tive uns minutos para lhe pegar, mas achei piada à criação do personagem, que me fez lembrar o clássico Darklands. O jogo mostra vários pontos da vida do nosso personagem, desde o nascimento (onde decidimos o sexo), uma cena com o nosso pai quando temos um ano (em que, ao “ler” um livro para crianças, escolhemos as as características (strength, perception, endurance, etc.)), a festa dos nossos 10 anos… e depois tive mesmo de desligar. Nem cheguei a fazer nada a sério no jogo… mas logo à noite vou ter mais tempo. 🙂

      • Já saí do abrigo. O jogo está mesmo excelente; apesar de ter muito em comum com o Oblivion (naturalmente, os autores são os mesmos), o sistema de RPG é bem diferente, sendo muito mais parecido com o dos Fallouts originais (o sistema SPECIAL). Por exemplo, não se sobe um skill repetindo muitas vezes uma acção, como acontece em toda a série “The Elder Scrolls”. E o combate… ah, o combate…

        … antes de ver este jogo, nunca acreditaria que fosse possível um jogo first person ter um combate por turnos que funcionasse, tanto em termos de não estragar o “suspension of disbelief” mostrando que é um jogo, como, simplesmente, não ficando feio, e fazendo sentido em termos do próprio jogo. Este jogo provou como eu estava errado; o sistema realmente funciona, e com imenso estilo, além de nunca ter visto nada do género. Dá para jogar sempre em tempo real (mas continuando tudo a ser afectado pelos skills), mas quem o fizer está a desperdiçar uma das melhores partes do jogo.

        E agora… vou parar por aqui. Pois é, quero mesmo acabar o GTA 4, o Ace Combat 6, e de seguida o Oblivion, antes de atacar este. Ando a tentar combater aquilo que já faço há uns anos, que é jogar o princípio de cada jogo e nunca mais lhe pegar (umas vezes por haver novidades mais recentes, outras simplesmente por preguiça); desta vez quero aproveitar o que já tenho em casa, em vez de me dispersar e, pior, gastar dinheiro. Mas espero que daqui a um mês ou dois já consiga ter os outros 3 jogos acabados, e possa explorar a América pós-apocalíptica decentemente. Além de que assim provavelmente ainda saem um patch ou dois, e possivelmente mais alguma expansão. 🙂