Teste de “tripeirês”, carago!

A simpática leitora Sara mencionou este teste num comentário:

http://kaser.nsk.pt/puorto.htm

Ainda não o fiz, mas já o li (o que é bem mais rápido) e vi que, sem ser aquelas que toda a gente em Lisboa conhece (cimbalino, fino, francesinha, etc.), não sei mesmo nenhuma! Imagino que indo lá por dedução (ou sorte) vou falhar quase tudo…

No entanto, depois de 4 dias no Porto, tendo nalguns convivido maioritariamente com os nativos, não ouvi nenhuma dessas expressões (caso contrário teria perguntado, como faço sempre, e depois de o fazer não me esqueceria), pelo que imagino que sejam usadas mais por pessoas noutras faixas etárias, ou nalgumas zonas específicas.

Uma que não está no teste e que me confundiu um bocado — e que os portistasportuenses efectivamente usam no dia-a-dia — é “dar o mote”. 🙂

10 Comentários a “Teste de “tripeirês”, carago!”

  1. Antonio diz:

    Tás a tripar com os tripeiros??
    Já agora, senhores mouros quando fizerem testes destes usem a linguagem de cá de cima, há no questionário muitas palavras tipicamente mouras
    Isto porque o mesmo resultado foi e passo a citar:

    Você é um homem/mulher do Norte! Não há nada que lhe escape: que ninguém pense em abordá-lo com falinhas mansas sem um cimbalino e uma francesinha na mão! Para si, tudo o que não esteja num raio de cinco quilómetros a volta da Torre dos Clérigos é paisagem. Aprovado com distinção neste teste de Portualidade já pode ir contando com um convite para ser o rei/rainha da noite de S. João.

    😉

  2. Susana diz:

    Canudo, eu que tenho origens bem do sul do país, passei no teste com distinção.

  3. Tive o mesmo resultado do António. No entanto, ontem estive a discutir isto com outra pessoa, que conhecia algumas. 🙂

    Há outras, como “penca”, que eu conhecia, mas não fazia ideia que eram expressões do Porto, e por isso pensava que lá queriam dizer outra coisa.

  4. Hmm, essa de dar o mote nunca ouvi por aqui :o)

    No entanto, suponho que tenha a ver com “dar o litro”?

    Hugz,
    Luís

  5. Sou do Porto e acho que acertei em todas. Não me parece que sejam expressões de uso restrito, ouço-as / uso-as frequentemente. E nem sequer são expressões do calão tripeiro, essas sim frequentemente impenetráveis até para muitos portuenses.

    Relativamente ao mote, significa tema ou assunto, portanto “dar o mote” será uma forma de “puxar o assunto”. Exemplo: “Com aquela piada sobre o Benfica o Joãozinho deu o mote para uma noite de descascanço nos mouros”.

  6. Sarita diz:

    Eu num sou bem do Porto, mas carago, tou quase lá:

    Portuga acima de tudo

    Você vai ser uma boa surpresa para os seus amigos do Norte! Sabe o suficiente para se dar as mil maravilhas com as gentes desta cidade. De certeza que conhece toda a zona Ribeira, incluindo bares e restaurantes. Com um pouco de esforço, não terá problemas em tornar-se cidadão honorário da Invicta!

    Bijus,

    Sara

  7. ana diz:

    Mi resultado fue “portuga acima de tudo” y soy española; no está mal…eh?

  8. tao diz:

    Tripeiro nato

    Você é um homem/mulher do Norte! (…)

    Já tinha feito este teste antes e obtive o mesmo resultado.
    Há várias que sei, mas há também umas que são de uso corrente cá em “Marrocos” e outras ainda que são usadas no centro/norte em geral (o “fino”, por exemplo).