O que quer dizer “sou de direita”?

Estando em tempos de eleições, ao passar por outros blogs portugueses é normal ver os autores dos mesmos dizer coisas como “sou de X” (esquerda, direita), umas vezes seguido da palavra “mas”, e outras vezes de “e”. No caso da direita, e antes de mandar eu próprio postas de pescada sobre o assunto, gostaria que os leitores que se descrevem como sendo da mesma me respondam ao seguinte: exactamente, o que é que queres dizer com isso? O que é que é para ti ser de direita?

Nota: a pergunta é só para quem efectivamente o seja (o que não é o meu caso, como vimos 2 posts abaixo). Ou seja, quero auto-descrições, e não opiniões/descrições externas.

Etiquetas:

Um Comentário a “O que quer dizer “sou de direita”?”

  1. Olá! eu não me considero mesmo mesmo de direita, acho que sou mais para o centro visto que tenho ideias um pouco à esquerda, como tenho à direita. Contudo, considero muitas das ideias à direita muito positivas, por exemplo a esquerda defende o fim das propinas no ensino superior. Já imaginaram como seria se isso acontecesse? Com as propinas caras o pessoal já anda 20 anos na faculdade para tirar um curso, pois só querem é festas e festarolas, e bebedeiras toda a semana e viver às custas dos paizinhos, enfim seria o caos! Outra medida à direita com a qual concordo é com o facto da redução do rendimento mínimo e do subsídio de desemprego. Já repararam na quantidade de pessoal que anda por aí a viver ás custas dos impostos dos outros? Há muita gente que não trabalha simplesmente porque não quer! “Ah e tal, o subsídio de desemprego chega-me para comer, e assim posso acordar às horas que quero e não fazer nada o dia inteiro”, e depois andam as pessoas trabalhadoras a descontar todos os meses para essa gente andar a viver assim, sem ambições, e sem qualquer projecto de vida! No entanto, há ideais da direita que não defendo, principalmente os princípios mais extremistas, como serem contra o aborto e contra o casamento entre homossexuais, nesse sentido sou completamente a favor.