Tudo o que precisam de saber em relação ao aquecimento global

Climate: what if it's a big hoax and we create a better world for nothing?

(Nota: para quem ache isto tão óbvio que nem precisava de ser mencionado, considerem que, nos EUA, quase metade da população acredita que o aquecimento global é uma mentira, uma ficção anti-americana criada por cientistas e outros “ultra-liberais”, destinada a destruir as empresas nacionais e a competitividade das mesmas a nível mundial. Estamos, é claro, a falar do mesmo país em que mais de metade da população rejeita a realidade da evolução darwinista das espécies – conhecida há mais de 150 anos –, e acredita que as mesmas foram criadas magicamente há uns 6000 anos… altura em que os Sumérios já tinham inventado a cola há cerca de um milhar de anos.)

Etiquetas: ,

6 Comentários a “Tudo o que precisam de saber em relação ao aquecimento global”

  1. Nuno diz:

    Ola

    A caricatura e boa mas e com reservas que leio o que escreves a seguir.
    O Joe the Plumber e o seu congenere europeu tem boas razoes para se preocupar com uma desaceleracao de economia, um crescer da carga fiscal e um potencial desiquilibrio na competitividade da sua empresa vs a empresa que nao e regulada.
    Claro que o Joe quer viver em cidades boas, ter energia renovavel e as outras coisas boas que estao no quadro, mas ate agora sem compromissos tem conseguido ter um emprego, uma casa para viver e um humvee^H^H^H^H carro para se deslocar.
    Sera que vai continuar a ter essas coisas boas se tecido empresarial do seu pais se sujeitar a regulacao ambiental que pode ou nao ser policiada no outro lado do mundo?
    Sera que o Joe Jr vai para a guerra em 2025 porque a China se comprometeu a x toneladas de emissoes, a ONU mede X+10 e a China tem resultados auditados de y? Sera que se a India ou os EUA se comprometerem com x e medirem y alguem se atrevera a aplicar sancoes comerciais?

    Os americanos poem-se a jeito para nos fazermos muitas anedotas, mas a forma de pensar a politica la e diferente e nao e menos digna do que deste lado do atlantico. Se o Big State se oferece para “zelar pelo bem de todos”, alguem o confronta e questiona, enquanto que deste lado… paga a tua parte e oferece-te para pagar a dos outros porque temos uma divida de arrependimento em relacao as colonias? E o burro sou eu?, poderia perguntar o americano…

    O meu cepticismo e diferente do do cartoon, simplesmente tenho a impressao que esta conferencia nao vai resultar em nada de especial por que e mais facil regionalmente decidir-se investir em remedios do que globalmente em prevencao. a ver vamos, ja dizia o cego.

    • A conferência resultar ou não é uma questão totalmente diferente (e distinta da sua necessidade); aliás, se não resultar, será precisamente por atitudes tipo “é mais seguro deixar tudo como está”, “para quê dar a cara? os outros que tenham o trabalho”, ou (como descreves) “não vamos fazer nada se aqueles tipos não fizerem também (e primeiro)”, ou, pior ainda, “esta coisa provavelmente não nos vai afectar nas nossas vidas; os nossos descendentes que se preocupem com isto”.

      Quanto ao resto, espero que estejas a ser “advogado do diabo”, porque a atitude que descreves, de “vou enfiar a cabeça na areia e esperar que outros resolvam o problema, que não me diz respeito” é totalmente estúpida e cega… é não ver para lá da ponta do próprio nariz. E quanto à ignorância das pessoas, quem não tira 10 minutos para se informar sobre um assunto não devia poder votar sobre ele.

      • Nuno diz:

        Ola

        Nao e bem advogado do diabo porque nao acho que seja defensavel o homezinho do cartoon. A minha posicao e diferente. E a de achar que efectivamente nao vai ser possivel estabelecer um acordo e cumpri-lo a uma escala que traga resultados a nivel global. Nao me cabe por em questao as razoes para se tomar uma iniciativa em relacao a poluicao e clima, apenas duvido da capacidade de alguma entidade supra-nacional de fazer cumprir qualquer acordo neste campo.

        Os cientistas fizeram a parte deles ao fazer avisos e recomendacoes, os politicos cumprem com a sua obrigacao ao reagir e lidar com o risco e a mitigacao dos efeitos das alteracoes climaticas. Para mim e claro o que vai suceder depois desta conferencia e da conferencia que lhe ha de suceder em Janeiro. Acho que se os governos nao actuarem na proteccao dos seus territorios e na mitigacao dos efeitos da subida do nivel do mar, nao estarao a cumprir com a mais basica das suas obrigacoes.

      • Nuno diz:

        Eu devo ser bruxo:
        “The key US demand is “transparency” from China, seen as a must if the US Senate is to pass legislation controlling emissions.

        While Beijing has been hostile to this notion, Chinese Vice Foreign Minister He Yafei said China was ready to engage in “dialogue and co-operation that is not intrusive, that does not infringe on China’s sovereignty”. ”

        Fonte: BBC http://news.bbc.co.uk/1/hi/sci/tech/8419769.stm