Arquivo da Categoria ‘Animais’

Criaturas das Profundezas

Sexta-feira, 3 de Abril, 2009

Aviso: este post contém Nightmare Fuel. Para proteger as mentes mais sensíveis, há uma divisão a seguir, e precisam de clickar no “Ler o resto desta entrada” para ver o resto. Para quem esteja a ver isto num agregador… tough luck. 😈

(mais…)

Como ser obedecido por gatos

Sábado, 7 de Fevereiro, 2009

Link Em inglês, existe a expressão “like herding cats”, para denotar a dificuldade de fazer determinada coisa quando cada parte dessa coisa puxa para o seu lado. “Herding”, já agora, é aquilo que se faz com as ovelhas de um rebanho. Não, não é isso1, seus tarados! 🙂 É, simplesmente, guiá-las para algum destino, sem que qualquer delas se afaste demasiado. Como devem imaginar, isto é um bocado mais difícil de fazer com 20 gatos do que com 20 ovelhas.

Já não tenho a certeza onde é que vi isto há mais de 10 anos, mas, anyway, ser obedecido por um grupo de 20 gatos é bastante fácil.

É apenas de uma questão de dar a ordem certa.

E a ordem certa, que é garantidamente obedecida (indubitavelmente porque eles reconhecem a nossa autoridade), é esta:

“Alguns de vocês deitem-se aí; os outros movam-se em direcções aleatórias.”

Simples. Sinceramente, não vejo onde está a dificuldade.

  1. Awww, fluffy sheepie! []

No more eggs :(

Terça-feira, 3 de Fevereiro, 2009

Acho que era inevitável… os 3 ovos foram partidos, dentro do ninho, pelos parrotlets. 🙁

Vou tirar o ninho por agora, mas daqui a um mês ou coisa parecida volto a pô-lo lá. Dizem que à terceira é de vez… we’ll see.

Pássaros palermas! Vão chocar os ovos!

Domingo, 1 de Fevereiro, 2009

Pois é. Os 3 ovos continuam inteiros dentro do ninho, mas não vejo a Jana a chocá-los; continuam a viver a vida deles como se não fosse nada.

Não sou piriquito… hã… perito no assunto, mas o que acho provável é que, como estes ovos são provenientes de um acto sexual há umas semanas e foram postos no fundo da gaiola, ela na altura desistiu deles; agora, apesar de ter as condições para os chocar, não está a associar as coisas.

Ou é isso, ou ainda tem mais um ou dois para pôr (eles fazem-no de 2 em 2 dias), e só os começa a chocar aí. Mas tenho a ideia de que da outra vez ela passava muito mais tempo dentro do ninho, mesmo nesta fase.

Bem, vamos ver o que é que dá.

Mais membros da família… agora com ovos!

Sexta-feira, 30 de Janeiro, 2009

Blue e Jana (parrotlets)Estes são o Blue (à esquerda – e, sim, eles distinguem-se) e a Jana, os parrotlets (Forpus coelestis) que tenho desde a primavera de 2008. Esta foto foi tirada em Unhais da Serra, no verão do mesmo ano.

Já os pensava mostrar aqui no blog, depois de ter prostituíexibido o Kang aqui ontem, mas hoje tenho uma novidade sobre eles. 🙂 Já não olhava para o fundo da gaiola dos mesmos há vários dias, e qual não é o meu espanto quando vejo, não um, não dois, mas três ovos! Inteiros, ainda por cima (esta espécie é famosa por partir os próprios ovos, o que aconteceu na tentativa anterior, no fim do verão passado). Isto apesar de não haver um ninho na gaiola.

Naturalmente, isto significou que tive de retirá-los simpaticamente da gaiola, que procedi de seguida a limpar e lavar, e que agora ficou com um ninho cheio de serradura, onde depositei cuidadosamente os três ovos. Depois de eles voltarem à gaiola, começaram imediatamente a proteger o ninho de forma agressiva, o que mostra que eles perceberam a ideia… e, quando saí de casa, os ovos ainda estavam inteiros. Vamos ver se é desta… daqui a uns 20 dias saber-se-á.

Apresento-vos um membro da família :)

Quinta-feira, 29 de Janeiro, 2009

Kang (papagaio do Senegal / massarongo)

Este é o Kang, que é desde uns meses atrás o mais recente membro da família. É um papagaio do Senegal, também conhecido em Portugal como “massarongo”. É um pássaro um bocado tímido e medroso (bem mais do que os meus parrotlets, por exemplo), mas acredito que está no bom caminho para se tornar um bom amigo e membro da família. 🙂

Comecei hoje a experimentar uma táctica para o ensinar a “portar-se melhor”: ele tem muito a mania de gritar, seja quando quer companhia, seja, paradoxalmente, quando se assusta e quer que me afaste. E adora amendoins. 🙂 O que experimentei fazer hoje de manhã – com sucesso, se bem que demorou um pouco – foi o seguinte: aproximar um amendoim dele, lentamente, e sempre que ele gritava, afastava rapidamente o amendoim, recomeçando de seguida a aproximação lenta.

Depressa ele percebeu – se bem que nada garante que da próxima vez seja tão fácil, mas nisto é preciso insistir – o que é que fazia afastar o tão cobiçado amendoim, e ele fez o necessário para o obter. Estou orgulhoso do meu pássaro! 🙂

Nota: não quero com isto dizer que quero que ele fique silencioso; muito pelo contrário. Quero apenas que ele se desabitue de fazer certos gritos estridentes quando se assusta, que em geral são dolorosos para os ouvidos. 🙂 Se ele fizer um “som bom”, até será elogiado. E ele faz vários, mas não quando se assusta e/ou quer que me afaste.

Nota 2: o nome “Kang” não vem deste, nem deste, mas sim deste. 🙂

Novo fórum de animais de estimação!

Quarta-feira, 30 de Janeiro, 2008

Como já não criava um fórum há bastante tempo, e hoje até tive uns minutos livres no trabalho (alguém se deve ter enganado), seguindo a sugestão de um membro do PokéFórum-PT, criei há bocado o Bichezas – fórum de animais de estimação.

Antevejo já alguns comentários / bocas em relação ao nome escolhido… 🙂 Pois é, eu sei que no Brasil (e para muitos portugueses, por influência brasileira) a palavra pode sugerir outra coisa 😀 , mas neste caso é apenas uma forma mais “cute” de dizer “bichos”. Para os simpáticos leitores brasileiros, em português europeu “bicho” é animal, e “bicha” é uma fila (de pessoas, de carros, etc.). 🙂

Bem, se se interessam por animais de estimação, e não têm certo tipo de inseguranças 😉 , espero-vos no Bichezas.