Entradas com Etiqueta ‘Wordpress’

Teste de vídeo de YouTube – Viper’s Video Quicktags

Quinta-feira, 11 de Março, 2010

Vamos ver se isto funciona. O plugin é este (obrigado, João). A ideia é o vídeo não só aparecer, mas o HTML desta coisa ser válido.

O vídeo, já agora, inclui Douglas Adams a ler uma parte do seu livro “The Restaurant at the End of the Universe”, num programa apresentado por um Richard Dawkins incrivelmente jovem. Tinha-o nos favoritos, e é um exemplo tão bom como outro qualquer. 🙂

EDIT: funciona! 🙂

Vídeos do YouTube no WordPress sem erros de (X)HTML

Quinta-feira, 11 de Março, 2010

Acho piada a criar sites com HTML / XHTML válidos, e uma coisa que acho irritante é que, sempre que se insere um vídeo do YouTube num post, lá se vai a validação; obviamente isso não é uma prioridade para o YouTube / Google.

No WordPress 2.9.x é possível inserir um vídeo simplesmente copiando o URL do mesmo para o conteúdo do post, mas o código usado é o mesmo que o YouTube fornece, que continua a não validar.

Já tinha procurado uma solução para isto há uns meses, mas não parecia haver nada fácil e óbvio; hoje, no entanto, descobri o YouTube Producer, que converte o código fornecido pelo YT para (X)HTML válido. Até agora está a funcionar (e já converti alguns vídeos neste blog e noutro para este formato), se bem que não tenho neste momento browsers primitivos à mão, como um MSIE (já que uso Linux no trabalho), e é possível que este código seja mais exigente em termos de standards. Vou experimentar logo à noite, em casa, no meu PC de jogos.

Assumindo que não há problemas de compatibilidade, pergunto-me: 1) porque é que o YouTube não dá já código assim, e 2) porque é que o WordPress não faz já esta conversão.

Se alguém quiser servir de cobaia e for suficientemente masoquista para usar IE 😛 , pode ver se neste post o vídeo aparece correctamente.

Twingly e WordPress

Terça-feira, 24 de Março, 2009

Provavelmente isto não é novidade para muita gente no Planet Geek, mas há tempos reparei que o Público Online usa o Twingly como sistema de trackbacks, sistema esse que, por tudo o que eu vi, o WordPress (que só “pinga” o Ping-o-Matic de origem) não está normalmente configurado para usar.

Bem, acrescentá-lo à lista de sites “pingados” no WordPress não custa nada: é só ir a Settings, Writing, e, na secção “Update Services”, acrescentar, numa nova linha:

http://rpc.twingly.com/

E é tudo. Cada novo post “pingará” o Twingly, e, se o post linkar para um artigo do Público (e não só), aparecerá lá o trackback.